O que você precisa para comprar um imóvel financiado

Compartilhar:

Logo do Facebook Logo do Linkedin Logo do WhatsApp

A compra de um imóvel pode ser um sonho muito distante para uma parcela da população, de fato, ter em mãos todo o dinheiro necessário para uma compra à vista é uma tarefa que pode ser realizada por poucos. No entanto, uma outra alternativa para a compra do imóvel é o financiamento, que permite, com a adição de juros, o pagamento de uma parcela do total do imóvel em mensalidades, viabilizando para muitas pessoas essa importante transação. 

O financiamento, como muitas situações do mercado imobiliário tem alguns detalhes que podem parecer um pouco complicados, mas não se preocupe, mostramos aqui todos os pontos que você precisa se atentar antes de realizar o seu.

A partir do momento que você decide que deseja financiar um imóvel, é preciso que você entre em contato com um banco que ao avaliar sua documentação, irá determinar a aprovação ou não de crédito à você. Após aprovado esse crédito, o banco pagará ao vendedor a quantia financiada

Esse processo pode ser realizado por diversos bancos, caso você já seja cliente de algum, ao realizar o financiamento com ele, o processo de aprovação da documentação pode acontecer mais rapidamente, porém, saiba que não é necessário ser cliente de um banco para realizar um financiamento com ele, sua escolha deverá ser pautada com base nos seguintes indicadores, que variam entre os bancos, encontrando a instituição que mais se adeque às suas necessidades:

Vale lembrar que normalmente as parcelas seguem o modelo de Sistema de Amortização Constante (SAC), onde o valor das parcelas, à medida que são pagas, diminui com o passar do meses. É preciso se atentar também que o valor das parcelas deve comprometer no máximo 30% da sua renda familiar bruta.

Uma estratégia que pode te auxiliar nessa escolha é simular seu financiamento, na internet estão disponíveis diversos simuladores, muitos deles oferecidos por bancos que já contém todas as suas condições relacionadas aos pontos citados anteriormente. A EmCasa também oferece um simulador, e com ele você pode determinar o valor que deseja financiar, prazo de pagamento, e com esses números escolhidos, são mostrados os valores das primeira e última parcela que deverão ser pagas, assim como a renda mínima exigida para que sejam permitidas tais parcelas. 

Para que o processo de financiamento seja iniciado, é necessário providenciar alguns documentos. Primeiramente, é preciso fornecer ao gerente do banco escolhido seu – e também do seu cônjuge, caso for casado – CPF e RG originais e suas cópias, comprovante de estado civil e comprovantes de renda, como seu holerite, extrato bancário ou declaração do imposto de renda

Caso você seja autônomo, é possível comprovar sua renda de outras formas, tais como a declaração do sindicato de sua categoria, um contrato de prestação de serviços, outro documento que pode comprovar sua renda é a Declaração Comprobatória de Recepção de Rendimentos (Decore) que pode ser emitida com a ajuda de um contador. De qualquer modo, é interessante conversar com o gerente do banco, ele irá lhe informar exatamente quais documentos serão necessários para realizar o processo.

Outra análise feita é a verificação do seu score, uma pontuação calculada com a partir de modelos estatísticos, que avalia o seu nível de inadimplência com base em situações que você já esteve envolvido, tais como pontualidade de pagamentos, obtenção e quitação de empréstimos e até mesmo se seu nome já foi incluído em órgãos de proteção ao crédito como o SPC e o Serasa.

Após a entrega e consulta de toda essa documentação, o banco realiza uma avaliação do imóvel, verificando se a documentação está toda em ordem e também, com a ajuda de um órgão avaliador, se o valor dito anteriormente corresponde ao valor real do imóvel.

Após ter sido verificada e aprovada toda a sua documentação, o banco irá emitir um contrato que precisará ser assinado por você e pelo vendedor. Essa assinatura deverá ser registrada em cartório.

Após isso, o crédito é liberado, o vendedor recebe o seu pagamento e você inicia o pagamento das parcelas acordadas durante o período estipulado. A partir desse momento, o imóvel já passa a ser ligado ao seu nome, permitindo que você já faça uso dele não sendo possível apenas negociá-lo com outras pessoas até o término do seu pagamento.

Esperamos que esse texto tenha clareado alguns pontos pra você sobre o processo de financiamento. Ficou com mais alguma dúvida? Fale com um dos nossos especialistas e aproveite para encontrar o imóvel ideal pra você.

Onde você quer morar?

Conheça nossas casas e apartamentos à venda no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Encontrar imóveis